fbpx

10 Passos para Sair da Dívida: O Seu Guia para a Liberdade Financeira

Com os 10 Passos para Sair da Dívida: O Seu Guia para a Liberdade Financeira você encontrará a ajuda que precisa para sair das dívidas. Se você sente que não há saída, não está sozinho. Milhões de pessoas estão no mesmo barco que você, e muitas delas encontram-se afogadas em dívidas. É por isso que elaboramos este guia para a sua liberdade financeira.

Nele, você encontrará 10 passos que o ajudarão a sair da dívida e a guiar você por um caminho de prosperidade. Então, o que está esperando? Comece agora!

Passo 1: Conheça o valor total das suas dívidas

O primeiro passo para sair de uma dívida é saber o montante total que lhe deve. Isto inclui todos os saldos dos seus cartões de crédito, empréstimos de automóveis, empréstimos a estudantes, e quaisquer outras dívidas que possa ter. Some-os e esse é o valor total de dívidas.

Passo 2: Crie um plano de pagamento da suas dívidas

Agora que sabe quanto deve e quanto pode pagar por mês, é a hora de criar um plano de pagamento da dívida. Isto irá traçar o seu caminho para a liberdade financeira. Incluirá o tempo necessário para pagar as suas dívidas e a quantidade de dinheiro precisa que deverá pagar todos os meses.

Passo 3: Pague mais do que o mínimo

Se pagar apenas o mínimo por mês das suas dívidas, irá demorar muito mais tempo para pagá-las. Em vez disso, tente pagar o máximo que puder em cada mês. Isto ajudará a reduzir o montante dos juros que tem de pagar e a encurtar o tempo necessário para sair da sua dívida.

Passo 4: Elabore um orçamento

O passo seguinte é fazer um orçamento. Isto irá ajudar a manter um registo das suas despesas e a ver onde pode cortar. É importante ser realista ao criar o seu orçamento. Pode não ser possível reduzir as suas despesas em 50%, mas cada pequena porcentagem já ajuda.

Passo 5: Pare de gastar dinheiro que não tem

Uma das principais razões pelas quais as pessoas estão endividadas é porque gastam mais do que ganham. Se quiser sair de uma dívida, tem de começar a viver dentro das suas possibilidades. Isto significa não comprar coisas que não se podem pagar e evitar despesas desnecessárias como assinaturas que não você usa há muito tempo. 

Passo 6: Pare de usar os seus cartões de crédito

Se quiser sair de uma dívida, tem de deixar de usar os seus cartões de crédito. Isto significa não cobrar nada sobre eles e pagar os saldos na totalidade em cada mês. Se não conseguir fazer isto, então precisa encontrar uma forma de reduzir os seus gastos ou gerar uma renda extra.

Passo 7: Estude sobre educação financeira

É preciso aprender o máximo possível sobre finanças pessoais. Isto significa ler livros, artigos, e ver vídeos no youtube sobre o assunto. Há também muitos sites úteis que lhe podem ensinar a gerir o seu dinheiro de forma sensata, tais como: 

  • Finanças Pessoais – B3;
  • Curso online sobre Mercado Financeiro, investimentos e gestão – ANBIMA;
  • Cursos gratuitos de finanças – FGV;
  • Curso gratuito de Saúde Financeira – Serasa Experian.

Passo 8: Renda Extra

Uma das melhores formas de sair da dívida é encontrar fontes de rendimento extra. Isto poderia incluir assumir um trabalho a tempo parcial, iniciar um negócio paralelo, ou vender artigos de que não precisa mais.

Algumas idéias que você pode começar já:

  • Iniciar um blog ou um negócio online: Esta pode ser uma ótima forma de ganhar dinheiro extra, especialmente se tiver experiência numa área específica;
  • Vender artigos em sites como o Enjoei, OLX, mercado livre;
  • Participar em inquéritos pagos: Há uma série de websites que lhe pagarão pelas suas opiniões;
  • Faça freelas para as pessoas da sua comunidade, como trabalho no jardim, passeio de cão, ou babá para gatos e cachorros.
  • Oferecer serviços como limpeza de casas. Estes tipos de serviços são sempre muito procurados.

Passo 9: Crie uma reserva de emergência

Uma das melhores formas de evitar contrair dívidas é ter um fundo de emergência. Esta é uma conta poupança que contém dinheiro suficiente para cobrir seis meses de despesas. Se surgir algo inesperado, pode utilizar este dinheiro para pagar sem entrar em dívida.

Se puder, separe pequenas percentagens, como 5% a 10% do seu rendimento mensal.

Passo 10: Invista!

O último passo para sair da dívida é começar a investir o seu dinheiro. Isto pode incluir investir em ações, bens imobiliários, ou outros tipos de ativos. Ao fazer isto, será capaz de aumentar a sua riqueza e, eventualmente, sair completamente da dívida!

Alguns investimentos para começar a investir:

  • Fundos de investimento;
  • Tesouro direto;
  • Crédito imobiliário (LCI) e do agronegócio (LCA);
  • Ações.

Uma vez que conseguir sair da dívida, nunca mais volte a se endividar. Isto significa viver dentro dos seus meios, evitando despesas desnecessárias, e estar sempre atento ao quanto gasta. Siga estas dicas e poderá viver uma vida mais tranquila.

Gostou do guia? Agora é com você! Siga os passos e tenha total controle das suas dívidas.

Temos uma planilha de gastos para te ensinar a controlar as finanças, acesse aqui. Também existem diversos aplicativos de controle financeiro para você ficar de olho em tudo em poucos cliques. Acesse aqui para saber mais.